Cores, texturas, alegrias, emoções e até razões.

Pra ler ouvindo…

25 anos. No dia 29 de março ou no dia 4 de maio? Sim, hoje senti que um portal se abriu. Importantes colocações, lindas palavras, sábios insights. Possibilidades se abrindo.  Muito carinho recebido, muitos mundos unidos, muitas percepções agregadoras. Lindas pessoas me cercam. Muito amor. Muita luz. Muito amor. Muita luz. Muito amor. Muita luz.

36 dias pra decolar. É um lindo ciclo se iniciando, um lindo ciclo se fechando. Agora entendo todo o processo dos últimos meses. Foi muita prática de desapego. Aprender a amar sem possuir. Confiei no universo. E ele está confiando em mim. Fui (e continuo sendo) muito amparada. E muito agradecida por tudo o que me foi mostrado até agora.  Muito agradecida por essas palavras, que me foram transmitidas hoje: “A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade.” Carlos Drummond de Andrade

Então, o trabalho até agora foi o de amar verdadeiramente e de assumir minhas forças. Chega a hora de arriscar e de abrir o peito para a felicidade. Sem esquivas, sem prudências egoístas.

Tenho um lindo caminho pela frente. Abertura de novos canais. Físicos, emocionais, espirituais e energéticos.

Mas vendo hoje todos reunidos me comemorando… Lindos e reunidos. Contrastantes e reunidos. Presentes e reunidos. Presentes. Presentes. E que presentes!

Dá um pause e me espera?

Que nada… Viva. Viva plenamente, intensamente e verdadeiramente. Mas não se esquece de mim. Lembra que tem alguém vibrando por você num fuso horário maluco. Sonha comigo. Sente o amor que eu estou enviando. E, se tiver um tempinho no seu dia-a-dia corrido, dá uma vibradinha, envia um amorzinho pra mim? Afinal, “pra se estar junto não é necessário estar perto, e sim do lado de dentro” (mãe, essa frase faz mais sentido do que nunca e estou considerando levá-la no meu mochilão de 100L).

Gratidão a todos os que a sua maneira, me tocaram hoje. E não só hoje, gratidão a todos que têm participação desse processo. Direta ou indiretamente. Pai e mãe, pela compreensão, pelo apoio, por essa linda base pra meu BLOOMING. Pai, gratidão pelo suporte, pela confiança, por me ler, por me semear. Mãe, gratidão pelo apoio, pela compreensão, por ver através de mim, pela liberdade. Fefa e Mila, pelos exemplos, pelos silêncios esclarecedores, pela troca genuína, pela amizade. Fefa, pela maneira como me olha, pela percepção de que podemos nos adicionar muito, por como se permite ser adentrada por mim. Mila, pelas palavras de apoio, pelo orgulho que sente de mim, pelo coração aberto.

A cada um dos que lêem e se emocionam, tenho certeza de que você participou disso, em maior ou menor grau. Gratidão por se deixarem ser tocados por mim. Gratidão pelo toque e pela troca.

Gratidão por hoje!

Gratitude por hoje, por ontem e por amanhã!

Amo.

E semeio!

Esse post foi publicado em no coração. Bookmark o link permanente.

6 respostas para Cores, texturas, alegrias, emoções e até razões.

  1. Camila disse:

    PQP!!! Quer acabar comigo???
    Orgulho é pouco. Transbordo de orgulho!
    Como eu te disse, talentos não te faltam… E esse blog é só mais um deles. O bom é que esse tenho como espalhar por aí, deixando o vento levar, pra quem quiser te ler e babar pela irmã que eu tenho!
    Fly fly butterfly!
    te amo
    Mila

  2. Iaci Moraes Lomonaco disse:

    Gratidão linda! foi um bom dia cheio de emoções!!! gratidão!

  3. Luiz Carlos Baumfeld Cardoso disse:

    Me pergunto sempre em que sua mae e eu acertamos, ja que o aprendizado foi multiplo e mutuo, com cada uma de vcs, tao diferentes e tao unas.

  4. dani zimetbaum disse:

    Amada, estou no segundo post… chorando! que emocionante, amo tanto, vc merece isso tudo e muito mais. Vc me ajuda a ver!

  5. Paula disse:

    Os seus textos são como um sopro de liberdade arejando um pouco a alma… Eu aqui em São Paulo, lendo os seus textos, me fazem refletir o QUANTO nós nos deixamos levar por uma rotina de pensamentos e atitudes estagnados. Uma espécie de entorpecimento… Uma coisa mesmo muito abafada. Obrigada por me ajudar a arejar o ambiente aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s